Um pequeno [grande] desabafo...

É difícil aceitarmos-nos a nós próprias como somos quando a sociedade nos bombardeia com padrões de beleza completamente errados.
A minha avó lembra-me sempre como no tempo dela as meninas era rechonchudinhas e era assim que se queriam. Queria dizer que eram ricas e saudáveis.
Quem era magro era simples," pãozinho sem sal". E eu sinto-me muito confortável com essa ideia. E não, não é por ser "cheinha e encorpada" que penso assim. É mesmo por achar que esta pressão pelos media em jovens que estão ainda em crescimento tal como eu e não só é extremamente doente. Quem é que falava em disturbios alimentares há 50 anos atrás?
Este novo padrão de beleza é errado. Magreza não é beleza. Eu não sou magra, não nasci magra e não vou ser magra.
Confesso que houve muitas alturas em que pensei que tinha um corpo feio e sentia-me enorme.
Mas cheguei à conclusão que estava errada. Não temos de impressionar ninguém para além de nós mesmas e o bem-estar próprio é o que mais importa.
Cada um é como é e se fossemos todas magras e iguais não tinha piada nenhuma.
E se algum homem vos disser que são demasiado gordas para ele, desculpem a expressão, mas mandem-no à merda, porque ele é que é demasiado idiota para não ver através disso.
Não se rebaixem por homem nenhum nem por ninguém.

Helena

9 comentários:

  1. Também não tenho culpa de ter nascido magra.. Muito menos que as modelos os sejam, e que estas mesmas modelos estejam por todo lado nas capas de revistas.. E acredita, não é todas as culturas que acham a magreza bonita.
    Acho que a sua opinião está baseada na media internacional, americana, nipónica.. culturas onde realmente "a beleza está na magreza".. Mas não vejo muito disto em Portugal, aliás acho que aquilo que sua avó lhe disse é válido até hoje, elas querem-se é com xixa! :)

    PS: Outrora as Brasileiras foram consideradas - e talvez ainda sejam - as mulheres mais bonitas do mundo: e são encorpadissimas!

    ResponderExcluir
  2. Helena, concordo plenamente com as suas palavras. Cada um deve gostar de si do modo que é, e os outros que se danem mesmo!
    Gostei mto do seu blog e prometo voltar outras vezes...

    Últimoooo dia para se cadastrar no sorteio do liiiindo bolero floral

    http://modamanialoja.blogspot.com/sorteios CORRE!!!

    Beeeijoo

    ResponderExcluir
  3. Thakitty, sim, percebo e aceito o teu ponto de vista.

    Estava desesperada porque tenho uma amiga com anorexia e não tem sido fácil.
    E acho as mulheres brasileiras lindas ! :) Obrigado pelo teu comentário!

    Beijinho,

    ResponderExcluir
  4. Bruna, obrigada pelo teu comentário, estou a seguir o teu blogue e vou participar no sorteio! :)

    Beijinho

    ResponderExcluir
  5. filipamariafontana13 de julho de 2011 21:07

    este documentário é impressionante http://www.youtube.com/watch?v=1RWnACexZvY

    ResponderExcluir
  6. E agora eu levanto-me e aplaudo este teu magnifico post! ;)
    beijo enorme!

    ResponderExcluir
  7. haha, ai Alexandra ;)

    ainda bem que gostaste!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo post!
    Tbm sou bem gordinha e confesso que tenho muitos problemas com isso.. mas devemos nos aceitar como somos.
    Beijos, e adorei o que você escreveu!

    ResponderExcluir